Dia 31 de maio, todos na assembleia geral conjunta

0
236

O SIMPE-RS convoca toda a categoria para a assembleia geral conjunta que será realizada na próxima sexta-feira, dia 31 de maio. A atividade será no auditório do Sintrajufe (Rua Marcílio Dias, 660), em Porto Alegre, com primeira chamada às 13h e a segunda chamada às 13h30.

Para que toda a categoria possa participar, as entidades encaminharam à Administração do MPRS ofício solicitando a liberação dos servidores e aguardam que o pedido seja deferido. VEJA AQUI.

Na pauta da assembleia estão os temas: plano de mobilização para o PCCS (indicativo de greve); a greve geral chamada pelas centrais sindicais para o dia 14 de junho contra a reforma da previdência; a reposição salarial e assuntos gerais. Além do SIMPE-RS, estão chamando a assembleia a APROJUS, a AGEAMPRS, a AAPJ/RS e a ANACOMP.

A participação de todos nesta assembleia é fundamental. Todas as deliberações que forem tomadas, pela sua importância e necessidade de engajamento, devem expressar a vontade da maior representação possível de servidores.

Plano de Carreira

Precisamos nos organizar para avançar em nossas demandas. Em fevereiro, tivemos o compromisso da administração do MPRS de apresentar uma minuta de PCCS em maio. Agora, passada a eleição que reconduziu o atual PGJ ao cargo, e quando se aproxima o final de maio, é hora de cobrarmos o atendimento deste compromisso. Não podemos permitir que se passem mais dois anos sem esta questão ser encaminhada definitivamente. Se há uma proposta para ser apreciada, não há mais porque esperar para que a mesma seja apresentada à categoria. Este é um dos principais pontos que estaremos tratando na assembleia geral conjunta, inclusive com indicativo de greve.

Greve Geral em 14 de junho

Outro tema que merece total atenção dos servidores é quanto à greve geral chamada para o dia 14 de junho, contra a reforma da previdência e em defesa da educação pública. As manifestações do 15 de maio, que levaram mais de um milhão de pessoas às ruas em defesa da educação, mostraram que há um forte descontentamento da população com as políticas que vêm sendo implementadas pelo atual governo, especialmente contra os trabalhadores, contra os sindicatos e o direito de livre organização sindical e com redução de investimentos em áreas importantes como educação e saúde.

A proposta de reforma da previdência ataca indistintamente todos os trabalhadores, tanto do setor público, como privado. Na prática, a proposta acaba com este importante direito dos trabalhadores. O texto aumenta a idade de homens e mulheres para adquirir o direito. Também desconstitucionaliza a previdência, possibilitando que novas mudanças possam ser feitas por projetos de lei apresentados ao Congresso. Já o sistema de capitalização, beneficiará apenas aos bancos e condenará muitos aposentados à miséria. Esta proposta não pode ser aprovada e somente com milhares de pessoas nas ruas é que ela poderá ser barrada. Esta luta é de todos os trabalhadores.

Reposição salarial

Já quanto a nossa reposição salarial de 5,58% (PL 08/2018), o Projeto de Lei foi distribuído para parecer e está com o deputado Luiz Henrique Viana (PSDB). Em relação a esta questão, temos que definir estratégias para garantir sua aprovação em todas as etapas de tramitação e fortalecer o trabalho de sensibilização junto aos deputados para assegurar que o mesmo seja finalmente aprovado. Estamos desde 2015 sem reajuste e não podemos esperar mais um período sem reposição alguma. Nesta nova legislatura, até o momento, o que temos visto é um apoio ao governo Leite, o que exigirá uma forte atuação e mobilização na Assembleia Legislativa, se quisermos garantir a aprovação de nossas reivindicações.

Há ainda uma série de questões e orientações que precisam ser debatidas e a assembleia geral conjunta é o momento de, como categoria, definirmos nosso futuro coletivamente. A hora de lutarmos é agora. Organize as caravanas do interior do Estado, debatam e construam propostas no seu local de trabalho para serem trazidas a assembleia e no dia 31 de maio, todos em Porto Alegre.

Como de costume, o Sindicato estará ressarcindo as despesas com transporte e alimentação, mediante a apresentação dos comprovantes.

Assessoria de Comunicação

24/05/2019 11:16:17

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here