Outros MP’s do país prestam solidariedade aos servidores do RS, o único sem plano de carreira

0
200

A vergonhosa situação dos servidores do Ministério Público do RS, de serem o único estado da Federação onde a categoria não tem um plano de carreira, tem chamado a atenção em nível nacional. Tanto, que durante encontro dos ministérios públicos realizado em março, diversos sindicatos de outros Estados ficaram surpresos e imediatamente prestaram sua solidariedade a uma condição inaceitável sob todos os pontos de vista, principalmente quanto à necessária valorização de quem efetivamente faz o MP acontecer.

Representantes de sindicatos de servidores dos ministérios públicos, das federações, associações e outras entidades, deixaram claro seu repúdio a esta situação e fizeram, unanimemente, um apelo ao Procurador-Geral do MPRS, Fabiano Dallazen, para que apresente um projeto de Plano de Carreira para apreciação dos servidores e posterior envio ao Legislativo.

No geral destacaram a incoerência que é um Estado importante como o RS, com um dos melhores ministérios públicos do país, ainda não ter um plano de carreira que valorize e de segurança aos servidores da instituição.

Se manifestaram os estados do Pernambuco, Rio de Janeiro, Piauí, Rondônia, Minas Gerais, Amazonas, Paraíba e Paraná, além da Associação Nacional dos Servidores do Ministério Público (ANSEMP) e Federação Nacional dos Servidores do Ministério Público (FENAMP) que representam mais de 20 estados.

Confira abaixo, alguns pontos destacados pelas lideranças e ouça as falas na íntegra:
FENAMP/ANSEMP – Francisco Antônio Távora: “O Ministério Público é uma instituição permanente, e como tal precisa de quadro permanente de servidores e não se faz um quadro permanente sem política de valorização”. Vídeo

PERNAMBUCO – Fernando Ribamar: “Fizemos um apelo ao PGJ para que seja garantido aos colegas gaúchos um plano que assegure a permanência deles na instituição”. Vídeo
PERNAMBUCO – Flávio Sampaio – “Pedimos ao PGJ que abra as negociações para que seja realizado o encaminhamento do PCCS para o Ministério Público gaúcho”. Vídeo
ASSEMPERJ – Flávio Sueth Nunes: “Apoiamos a luta dos servidores por que consideramos fundamental que tenham seu plano de carreira que possa efetivamente valorizar os servidores e o serviço público. No RJ com toda a crise, o plano foi fundamental para garantir as condições financeiras e a dignidade no trabalho”. Vídeo
PIAUÍ – Arimatéa Arêa Leão: “Nós há muito tempo temos plano de carreira e apoiamos os companheiros do RS por serem o único estado da Federação que não tem PCCS”. Vídeo
RONDÔNIA – Almir Santana: “Trata-se de um pleito justo e estamos torcendo para que o Procurador envie projeto para a Assembleia logo”. Vídeo
MINAS GERAIS – Gladston Almeida Cajá: “Damos nosso apoio para que seja criado um plano de cargos e salários para os irmãos gaúchos e lutamos por um Ministério Público mais forte”. Vídeo
MINAS GERAIS – Eduardo de Castro Amorin: “Hipotecamos nossa solidariedade pelo PCCS, essencial a todos os servidores e também aos do RS”. Vídeo
AMAZONAS – Alberto Rocha Cavalcante: “É preciso valorizar os servidores e faço um apelo ao PGJ para encaminhar o projeto para a ALRS, um pleito legítimo, que valoriza os servidores e a prestação do serviço público de qualidade”. Vídeo
PARAÍBA – Daniel Guerra: “É lamentável que um estado com a importância do Rio Grande do Sul não tenha ainda um PCCS para os servidores”. Vídeo
PARAÍBA/FENAMP – Aloísio Carneiro: “Venho hipotecar minha solidariedade aos servidores do RS por ainda não terem um PCCS, um instrumento legítimo e justo que regulamente a vida funcional de todos os servidores do MPRS”. Vídeo
TOCANTINS – Carlos Rogério: “O PCCS é a garantia que os servidores têm de um futuro promissor”.
PARANÁ – Elis Regina Slomski: “Apoiamos todo e qualquer trabalho dos servidores do RS, a fim de implementar o plano de cargos e salários, assim como já temos no Paraná”. Vídeo

Assessoria de Comunicação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here