Reposição salarial: nesta reta final, precisamos de toda a categoria!

0
655

Apesar do forte “apoio” da Zero Hora e das tentativas de intimidar os deputados, com chamada na capa e matéria de página inteira sobre o reajuste dos servidores do MPRS, Judiciário, Tribunal de Contas do Estado e Defensoria Pública, o governador Sartori não conseguiu seu intento de acabar com a possibilidade de votação dos projetos.

Assim, na reunião da mesa diretora, os deputados firmaram acordo que, em havendo publicação dos projetos de reposição do MP, TCE, DPE e TJ, que seja protocolado DE IMEDIATO o projeto dos servidores da ALRS e seja dado acordo para publicação para estar apto a votação em conjunto com os demais projetos. Esta é uma importante sinalização de que há sim chances reais de que os projetos possam ser votados em plenário dependendo da reunião de líderes da próxima terça, dia 19, já que esta posição revela certa flexibilização das posições, fundamentalmente do Partido Progressista (PP).

Disputar voto a voto

Em função das articulações e dos compromissos dos deputados da maioria dos partidos a estratégia do governo deve ser a de pressionar o PSB e PPS a não darem acordo ou esvaziar a reunião, de forma que não seja garantida a assinatura dos 37 deputados necessários a colocação dos projetos em votação em plenário.

Portanto, estamos chegando cada vez mais perto da aprovação do projeto do reajuste, no entanto, a disputa de cada voto está cada vez mais necessária, o que para os servidores significa uma intensa pressão no parlamento e em cada deputado.

Neste sentido, o SIMPE-RS já fez pedido de liberação junto, convocando assembleia geral para discussão sobre a mobilização e está buscando reunião com a administração do MP no sentido de sensibilizar para a importância do momento político e garantir que os servidores possam estar na ALRS defendendo o seu direito a reposição das perdas, que, lembramos, se referem aos períodos de 2015 e 2016. Portanto, trata-se de uma luta absolutamente justa e em nada representa o que tem sido divulgado pela imprensa.

Sim, nós podemos!

A avaliação do Sindicato e das representações das demais categorias é de que há real possibilidade de conquistar as 37 assinaturas no requerimento das entidades para apresentar o documento até amanhã, nesta quinta-feira (14), para colocar os projetos em votação na terça-feira, dia 19 de junho.

Esta avaliação é feita a partir dos contatos e das articulações que semanalmente têm sido feita pelos dirigentes e servidores na Assembleia Legislativa. As conversas foram feitas principalmente quarta (13) e terça-feira (12) em vários gabinetes, principalmente para garantir o PSB e PDT.

No entanto, esta luta dependerá do nível de pressão que for feita junto aos deputados. Mas para isso, será necessário grande número de servidores na ALRS na terça, dia 19, já nas primeiras horas da manhã. Conforme informamos, estamos tentando a liberação, mas independente disto é importante que cada um se organize e possa estar presente.

Os demais sindicatos também estão chamando os seus representados e assim é possível articular com os servidores do Judiciário e demais instituições para organizar caravanas para virem para Porto Alegre.

O SIMPE-RS irá ressarcir as despesas com transporte e alimentação para os servidores do MP mediante a apresentação dos respectivos comprovantes. O importante e que TODOS se façam presente. Estamos num momento decisivo e a presença de cada servidores pode fazer a diferença no resultado desta nossa luta que, lembramos, começou ainda em 2017 e agora chega na sua reta final.

Não podemos fechar mais um ano sem ter recuperado ao menos o período a que se refere a reposição. Se não conseguirmos esta reposição fecharemos quatro anos sem repor sequer a inflação, o que não podemos deixar que aconteça.

Conversa com o Deputado Elton Weber (PSB) a fim de garantir o apoio do partido

O cenário atual

Para o SIMPE-RS, houve avanços em relação aos apoios ao reajuste dos servidores e as tratativas mostram um cenário favorável às categorias:

– O PSDB, PSOL, PRB, PCdoB, PTB e PT garantiram o apoio e assinaram o requerimento para colocação dos projetos na ordem do dia;

– PT, PDT, PTB, PSDB, PCdoB, PR, PRB deram acordo para publicação;

– PDT também afirmaram apoio;

– O deputado João Reinelli (PSD) informou que não estará presente na próxima terça (19) e com isso, o Governo não teria as três bancadas para se opor ao acordo de líderes;

– O deputado Aloísio Classmann (PTB), assinou o requerimento para colocação dos projetos na ordem do dia do plenário;

Deputado Aloísio Classmann (PTB) assinando o requerimento dos Servidores

– O deputado Gilmar Sossela (PDT), tem resistido a assinar o requerimento, mas convocou reunião com as entidades, após apelo de outros integrantes da bancada e do ex-deputado Vieira da Cunha;

– O deputado Missionário Volnei (PR), manteve sua palavra e deu acordo com as publicações dos projetos, em que pese não tenha ainda assinado nosso requerimento;

– A deputada Liziane Bayer (PSB), na foto de destaque, fechou questão com a bancada, só precisamos garantir a sua assinatura. Deve se posicionar após reunião dos deputados;

– MDB, PP e PSD declararam sua oposição aos projetos.

O SIMPE-RS agradece aos colegas que se dispuseram a somar com as entidades nas últimas semanas e faz um forte apelo para que na próxima terça, tenhamos ainda mais servidores somando nesta luta. Nossa força está na nossa unidade. Na terça, dia 19, às 9h, todos na ALRS!

Assessoria de Comunicação

13/06/2018 11:13:04

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here